Religião, não é um mito, Ser Sporting é mesmo religião!!!


Ao inicio pensei que seria uma brincadeira de criança, depois veio o que sempre pensei não ser capaz de sentir, a seguir um lema e hoje um meio de viver. Assim é ser Sporting, assim é sentir este clube.
Ser capaz de dizer bem ou mal, quando as coisas correm bem, ou quando as coisas correm pior, mas uma certeza sempre que temos, falamos para corrigir os erros e dar aso ao que de bem se faz. Podemos sonhar, podemos criar, podemos sentir, isso é o que nos faz ser diferente dos outros, crescer, mesmo quando as vitórias não sorriem. Depois de uma época que nos fez voltar aos píncaros, onde só o titulo faltou, esta epoca pode ser uma aprendizagem para um futuro não muito longínquo. Erros todos temos, mas assumi-los, isso está ao alcance de muito poucos, e isso podemos dizer, que queremos ser diferentes.

Ao ouvir agora os clubes rivais falar da arbitragem, quando à muitos anos que o falamos, faz nos sentir especiais, pois, queremos e sabemos que é preciso mudar algo, e estamos dispostos a isso. E cada dia que passa, o meu apoio pelo Bruno de Carvalho cresce, não porque ele mudou algo, mas porque quem aparece, não é para o nosso bem, mas sim para destruir o bem que se tem feito. E nisso, digo em alta voz, Obrigado Bruno.
Podemos até ver nos jornais que ele incomoda tanto, que faz tanta diferença, que faz aquilo que poucos tem coragem de o fazer. Agora a forma como o faz, uma coisa que já fui critico, calo-me e digo, neste momento não importa como gritas que somos Sporting, desde que o continues a fazer da mesma forma, mostrando que somos realmente diferentes e que somos aquilo que defendo à muito, um de dois clubes de Portugal, o resto é tudo bairrista.

Agora indo voando pelas redes daquilo que se tem feito, óbvio que realçar o que de bom se faz neste clube, podendo falar de algo que anda ai nas bocas do mundo, o Sporting 160, projecto que leva de fora para dentro e de dentro para fora o nome e em nome do único objectivo, que os adeptos que amam este clube, o Sporting Clube de Portugal, querem!
Um religião como diz a foto, porque se sente como nosso, não posso dizer pelos outros clubes, não o sinto, mas sinto isso como Sporting e como todos os adeptos sentimos, as vitorias e derrotas de algo que seguimos como um amor único.

E passando para o que se passa, vemos um ataque cabal ao nosso presidente, ao nosso defensor máximo, e isso é triste de ver, a dualidade de critérios que a comunicação social vai mostrando as coisas de uns e de outros. Deixa me triste esta realidade, pois sabemos que deveriam ser imparciais e cada vez mais, vemos a sua parcialidade, ou se assumem contra, ou então não defendem ninguém, a não ser a verdade! Ora hoje os árbitros roubam alguém, como logo de seguida foi um bom jogo, porque o prejudicado foi o Sporting. O treinador é um Senhor e fala mal dos árbitros como todos os outros e só o Jorge Jesus é que passou a ser mau, porque passou a vestir de Verde e Branco. O cansaço do jornalismo em Portugal é demais evidente para quem quer o bem do Sporting, que não consegue já defender o que é justo ou não. Está na hora de mudar e para isso temos locais e sítios que falam bem melhor, do que aqueles que deveriam informar correctamente do que se passa!
São sonhos, são vivências, que nos fazem únicos e ser Sporting é isto, saber o certo e o errado e assumir, mesmo que para isso seja em prejuízo nosso.

Nisso, eu assumo, sigo a religião Sporting!

Enviar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget