Carrinhos de Choque


Se há coisa que me anima e me faz rir no Mundo do Futebol Português são os carrinhos de choque. De um lado temos o carrinho comandado por Luís Filipe Vieira, do outro está Jorge Nuno Pinto da Costa e ainda sobra um carro que apesar das reparações que teve de fazer ao longo dos anos é agora conduzido por Bruno de Carvalho. 

3 treinadores portugueses acabam por ser os co-pilotos destas viagens e apesar dos acidentes que muitas vezes fazem parte do percurso, a verdade é que não há novela mais bonita que esta. O texto hoje é uma brincadeira que retrata a situação do futebol em Portugal, e espero que ninguém me leve a mal por isso, mas vão acabar por perceber aquilo que eu quero dizer. 

Imaginem. Uma ilha perdida no meio do atlântico é comandada por 3 homens, o banqueiro rico que nunca ninguém sabe de onde nasce a quantia que está sempre a aumentar, o homem que chegou lá com muito suor e muitas chatices e aquele puto que chegou agora e que estudou durante anos consecutivos para atingir o patamar dos outros. 

A ilha está dividida em três partes, aquela que está mais desenvolvida e apesar de ser uma ilha deserta já tem tecnologia de ponta, aquela que já tem os prédios novos e mais recentes e aquela que tem os prédios em construção. Pelo meio destas três partes existem outros indígenas que ainda não se mostram domesticados no mesmo sentido. 

O banqueiro rico conhece a ilha bem, sabe como investir e apesar de ter tido uns últimos tempos bastante complicados as coisas começam agora a correr melhor. o Presidente da Câmara é um bom homem e apesar dos erros tem estado bem. Já o homem que chegou lá com o trabalho e com algumas ajudas que foi tendo pelo caminho sente-se bem, está seguro com aquilo que construiu ao longo dos tempos, o Presidente da Câmara dele é sensato, ainda assim, já provou que tem valor e agora só tem de continuar a desenvolver o trabalho que tem feito... Já o miúdo, chegou para transformar tudo. Apontou os erros dos outros dois e tem no Presidente da Câmara a confiança necessária para voltar a colocar a divisão nas bocas dos vizinhos e causar inveja. 

Em boa verdade é isto que tem acontecido no Futebol Português. É como uma novela que tem tido várias temporadas, e os carrinhos de choque são o melhor exemplo que encontrei para explicar isto tudo, porquê? Porque cada um faz o seu caminho, mas a verdade é que sem a existência dos choques entre todos, com comunicados, criticas e queixas, a feira popular deixa de ter tanta graça! 

Até sexta-feira! :D 

Enviar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget