Os árbitros dos outros

Queixas para um lado, queixas para o outro, reuniões com a liga, reuniões com a federação, reuniões com a polícia, invasões, ameaças... e podia continuar aqui o resto de todas as linhas que a verdade é que iria haver sempre uma nova palavra para definir a novela da arbitragem em Portugal. 

Sim, eu sei, já existe muita gente a falar dos erros de arbitragem, memes, print-screen's e etc... mas hoje venho falar dos árbitros dos outros. E quem são os árbitros dos outros? 

Os árbitros dos outros são aqueles que apitam lá fora, que fazem jogos na liga inglesa, na espanhola, na francesa, na alemã e na italiana. Os árbitros dos outros são aqueles que na boca dos apaixonados das bancadas deste país "não cometem erros". Os árbitros estrangeiros são sempre melhores, mas a partir do momento em que se cruzam com uma equipa portuguesa nas competições europeias e cometem erros já passam a ser "farinha do mesmo saco". 

Atenção, não são só os árbitros que cometem erros, são eles que cometem aqueles que mais se notam, mas uma coisa eu estou farta de dizer: Por muito que um árbitro faça asneira atrás de asneira seja em que jogo for, de que liga for, de que estatuto for, não é o árbitro que marca golos. 

Ele anula um? Marcam-se dois. 
Ele anula dois? Marcam-se três. 
Falar é simples, eu sei, mas a verdade é que as desculpas para derrotas, empates e até vitórias não podem ser sempre da mesma equipa. Agora, também teremos de ter atenção: há árbitros e árbitros e a verdade é que nem todos são bons, mas vejamos as coisas por outro prisma, numa equipa de futebol nem todos os jogadores são bons, mas todos eles fazem parte do plantel e alguma vezes até da equipa inicial.... Com a arbitragem acontece precisamente o mesmo, há homens bons e homens maus e é aí que consiste o erro. 

Eu não vou falar de nomes, mas a verdade é que na minha mais modesta opinião as escolhas para os jogos da primeira liga deveriam ser mais criteriosas... A Liga tem de colocar no mesmo saco os erros, os bons jogos e os maus jogos e se se verificar que efectivamente aquele árbitro não tem qualidade para apitar o jogo em questão não vale a pena sequer pensar mais nisso. A base do "um dó li tá" para todos os jogos já não funciona amigos. A base do "não colocar aquele a apitar um dos grandes porque o Presidente X não gosta ou diz que se ele voltar a apitar vai dar confusão", não pode ser tida em conta. 

O meu conselho? São escolhas conscientes, porque a verdade é que se o Futebol em Portugal  quer ser reconhecido na Europa como uma das grandes Ligas não pode passar semana sim - semana também com este tipo de infantilidades. O problema é sempre o mesmo, a causa é sempre a conhecida e a verdade é que enquanto não se arrancar o mal pela raiz verdadeira do problema, os árbitros dos outros vão ser sempre melhores que os nossos. 

Enviar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget