Momentos que me deixam a pensar!!!



Momentos que deixam uma pessoa pensante, são mais que muitos já do nosso amigo Bruno de Carvalho, não tenho mesmo nada contra ele, mas tem atitudes que não se reflectem num clube como o nosso Sporting. A ultima que deixa muito a desejar é o tirar jogadores a um clube, depois de uma derrota com ele, e após mais uma sessão em que podemos culpar equipas externas ao Sporting, mas uma coisa é certa, foi mais um jogo em que os nossos jogadores pouco fizeram para ganhar, ou até mesmo para rematar.

Dentro daquilo que já vivi dentro de campo, ou até mesmo como comunicador de uma rádio local, dá para ver que o que se passa naquele clube, não é por factores externos só, mas sim porque por dentro se passa algo. Uma equipa não passa de um ano para o outro, de 8 para 80, mas sim algo aconteceu para tal. Foram as saídas, foram as entradas, foram os discursos dados, foi muita coisa, mas sem remates, eu sei que não ganhamos jogos.

Aquilo que se vê, é pouca vontade, pouco esforço, um treinador que está como sempre esteve, nas vitórias é ele, nas derrotas são os outros, até mesmo os jogadores. Somos uma equipa, dentro e fora, os adeptos sofrem nas derrotas e sentem-nas como suas, e nas vitórias vibram como se tivessem sido eles a marcar, logo, nas vitórias e nas derrotas, é sempre o mesmo clube que lá está, o Sporting Clube de Portugal.
Por dentro e por fora, só queremos uma equipa como o ano passado nos mostraram que são capazes, este ano, não está a correr bem, e não é só pelos árbitros, é também porque sem remates não se marca golos. Viveremos sempre com a ilusão dos outros, mas se não fizermos por nós, não ganhamos mesmo.

Neste momento, estamos a pouco mais de umas horas de novo vibrar em Alvalade, onde esperamos que se tenha acabado com os jogos a medo e sem pressionar como deveríamos pressionar. Neste momento o nosso presidente Bruno de Carvalho, deve estar a dar motivação aos nossos e não se preocupar com o que se passa lá fora, esquecer os outros e fazer os nossos uma fortaleza.

Tudo que se passa enfraquece o nosso clube e a nossa força, que tão forte ele conseguiu o ano passado criar, mas um grande líder, é nas derrotas que sabe estar não só nas vitórias. E isso ele parece não estar a conseguir este ano. Podemos novamente ser o que sempre fomos e acredito que o Bruno de Carvalho possa ser o Presidente por muitos anos, sem quebras, mas com uma fortaleza que ele próprio quis criar e não soube aguentar.
Agora uma coisa é certa, e já o disse e volto a dizer, podemos queixar de arbitragem, de tudo e mais alguma coisa, mas a falhar golos de baliza aberta não se ganham campeonatos, e muito menos sem rematar, será uma coisa a treinar digo eu, talvez com os nervos. Jorge Jesus tem tudo de bom, coloca muito bem as equipas a jogar, mas este ano, está a falhar algo e ele tem que perceber rapidamente o que se passa, para não ficarmos com um plantel com 90 jogadores, pois se a cada derrota formos buscar os emprestados, fica complicado gerir um plantel assim.

Sempre pensei e gostei de ser diferente dos outros, sempre idolatrei quem mostra que realmente a vida é feita por nós e não pelo que os outros pensam, mas neste momento concreto, só me vejo como adepto do Sporting, e não com as atitudes do seu Presidente. Bruno de Carvalho tem o meu apoio na gestão financeira, como gestão desportiva falha muito ainda, um longo caminho a percorrer e falha nas palavras mais pequenas. Somos grandes, enormes, o que quiserem mesmo, mas só podemos ser o que somos, se soubermos ganhar e perder de forma digna. E como sempre, somos aquilo que somos, porque sempre fomos diferentes.
Uma vida de sorrisos, e até de lágrimas, já queimei os joelhos a festejar os golos de Iordanov na final do Jamor, mas sempre certo que de tudo é um clube que me enche o coração, e que gostava de ajudar a descobrir o que de mal se está a passar dentro do clube, deixando os de fora, fora do nosso progresso.

Em relação à atitude do final do Bonfim, de retirar jogadores, se já estava previsto, não se devia ter deixado acabar o jogo e fazê-la, mas sim actuar antes ou até mesmo deixar passar dias, não somos, nem queremos ser aquilo que mostramos ser nesta actuação.

No resto, meus amigos, aquilo que digo é rematem à baliza, que sem isso não marcamos mesmo de certeza, no resto, a certeza que seremos sempre aquilo que mostramos ser e não é nas palavras apenas que podemos mostrar o que queremos, temos que ter as acções de acordo com aquilo que defendemos. Como disse o ano passado, podemos ter perdido pontos pelos árbitros, mas foram aqueles dois golos do Bryan Ruiz, falhados de baliza aberta, contra o Vitória e o Benfica que nos fez perder o titulo no final da época. Este ano, não podemos queixar tanta destes falhanços, mas apenas e só porque não rematamos à baliza.

A ver vamos o que o futuro nos reserva e se podemos mudar o discurso, neste momento não dá
para muito mais, porque dentro de campo a equipa não se equipara à que o ano passado lutou pelo titulo até ao fim. Nas atitudes, mudamos algumas e para pior. Mudar e aprender, tem de ser sempre para melhor e com os melhores, não com os piores!!!


Enviar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget